Pular para o conteúdo
Voltar

Grupo Caipiras Unidos vence a 5ª edição do Festrilha

O Festrilha é um dos maiores eventos culturais de MT e recebeu apoio da Secel para a realização.
Graciele Leite | Assessoria Secel

Festrilha 2019 - etapa Tangará da Serra - Foto por: João Felipe
Festrilha 2019 - etapa Tangará da Serra
A | A

Em uma acirrada disputa envolvendo 16 grupos, a equipe Caipiras Unidos (de Rondonópolis) venceu o Festival de Quadrilhas Juninas do Araguaia (Festrilha), realizado neste fim de semana, em Rondonópolis (a 212 km de Cuiabá). Em segundo lugar, por uma diferença de apenas um décimo de ponto, ficou o grupo Coração Caipira (Porto Alegre do Norte), que passou à frente do terceiro lugar – Império Junino (Rondonópolis) – somente por critérios de desempate. Esta foi a 5ª edição do Festrilha, um dos maiores eventos culturais de Mato Grosso, e por mais um ano recebeu apoio da Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel) para a realização do evento.  

O secretário Allan Kardec (Secel) e o adjunto de Cultura, José Paulo Traven, prestigiaram a final, que ocorreu nos dias 17 a 21 de julho, em Rondonópolis. “O Festrilha, que começou a ser realizada na região do Araguaia inspirada pela tradição nordestina, é hoje uma manifestação da cultura popular brasileira em nosso Estado. A Secel tem ajudado a organizar o festival e a nossa intenção é colocar o evento no calendário oficial das nossas atividades. A tradição das quadrilhas caipiras que remontam às festas juninas é coroada pelo Festrilha, envolvendo várias organizações que trabalham para fomentar e valorizar nossa cultura, e ficamos muito felizes em fazer parte desse grupo”, destacou Kardec.

A equipe vencedora, Caipiras Unidos, marcou 209,7 um décimo a frente do segundo e do terceiro colocado, que marcaram 209,6. O grupo Coração Caipira acabou conquistando o segundo lugar nos critérios de desempate, contra o Império Junino. Além do título, o Caipira Unidos irá representar Mato Grosso na etapa nacional do concurso de quadrilhas juninas, que será realizado no próximo fim de semana (27 e 28 de julho), em Brasília.

De acordo com Marta Negrão, da Federação Mato-grossense de Quadrilhas, que realiza o evento ao longo desses anos, o Festrilha ganhou em qualidade técnica e profissionalismo dos grupos. Quando começou, entre os municípios do Araguaia, era um festival inspirado nas tradições nordestinas, e hoje abrange praticamente todas as regiões do Estado. Com 20 grupos concorrentes de 12 diferentes municípios, a 5ª edição foi realizada em quatro polos. Começou em Tangará da Serra (15 e 16 de junho), depois Barra do Garças (22 e 23 de junho), seguiu para Porto Alegre do Norte (29 e 30 de junho) e, por fim, Rondonópolis (06 e 07 de julho) e (17 a 21 de julho). “É perceptível a evolução dos grupos no decorrer dos anos. Tanto que os vencedores ganham por décimos de ponto, como ocorreu neste ano”. Ela acrescenta que a qualidade é tão boa que é necessário recorrer aos critérios de desempate para a pontuação, como figurino, repertório, tema, casal de noivos e reis, por exemplo.

Além disso, outro destaque é o poder de fomento da cadeia produtiva da cultura, uma vez que estimula o trabalho de centenas de artistas de diferentes regiões do Estado, além de movimentar o turismo e o comércio. “Eles passam o ano todo trabalhando no desenvolvimento cênico para o espetáculo acontecer. E é um momento lindo, emocionante para o público, e que não perde em nada para o concurso nacional. Quem assiste fica na expectativa do que vem pela frente. Algumas seletivas do Festrilha chegam a reunir 10 mil pessoas”, comenta a superintendente de Políticas Culturais da Secel, Cinthia Mattos.

O Festrilha também tem fortalecido as manifestações culturais nos municípios com o intuito de valorizar a preservação da tradição junina no Estado. Marta explica que, para a realização nesses anos, os grupos têm buscado referências da cultura mato-grossense em busca de uma identidade cultural do Estado. “Os temas e os símbolos são da nossa cultura, e os enredos contam a nossa história”.

Confira o resultado divulgado pela Federação Mato-grossense de Quadrilhas

Campeã: Caipiras Unidos - 209,7
Vice-Campeã: Coração Caipira - 209,6
3° Lugar: Império Junino - 209,6
4° Lugar: Brilho Junino - 208,9
5° Lugar: Os de Fora - 208, 6
6° Lugar: Flor do Sertão - 208,2
7° Lugar: Pimenta Malagueta - 206, 8
8° Lugar: Pirilampos do Vale - 203, 5
9° Lugar: Abalantes do Sertão - 203,2
10° Lugar: Explosão Luverdense - 200, 8
11° Lugar: Jóias do Cerrado -198, 6
12° Lugar: Caipiras do Araguaia - 197, 4
13° Lugar: Caipiras de Plantão - 188,6
14° Lugar: Fogo na Saia - 187,9

Noivos
1° Lugar: Caipiras Unidos 
2° Lugar: Império Junino 
3° Lugar: Brilho Junino

Casal de Reis
1° Lugar: Caipiras Unidos 
2° Lugar: Império Junino
2° Lugar: Coração Caipira

Marcador
1° Lugar: Caipiras Unidos 
2° Lugar: Coração Caipira 
3° Lugar: Império Junino