Pular para o conteúdo
Voltar

Império Junino representa Mato Grosso em competição nacional em Belém

Grupo conquistou o primeiro lugar do certame regional e faturou premiação de R$ 19 mil
Assessoria | SEC-MT

Império Junino, de Rondonópolis, foi formado há apenas seis meses e credita a vitória ao entusiasmo dos integrantes - Foto por: Divulgação
Império Junino, de Rondonópolis, foi formado há apenas seis meses e credita a vitória ao entusiasmo dos integrantes
A | A

O grupo Império Junino, vencedor do Festival de Quadrilhas do Araguaia, não vai ter descanso. O grupo de Rondonópolis já se prepara para se apresentar em Belém, no Pará, no Concurso Nacional de Quadrilhas Juninas da Confederação Brasileira, entre os dias 21 e 28 de agosto. A meta é repetir o êxito da final da competição mato-grossense, realizada em Ribeirão Cascalheira.

A presidente do Império Junino, Laurimar Souza, diz que o entusiasmo tomou conta dos bailarinos, especialmente, por que o grupo que concorreu ao lado de veteranos de Mato Grosso, foi formado há apenas seis meses.

“A cada etapa avaliávamos as críticas, melhorávamos o que nos era apontado. Com um resultado desses, é fato que temos muita esperança de sair com um bom prêmio do concurso nacional, representando Mato Grosso em uma competição com os melhores de cada Estado”, diz Laurimar. 

O Festival de Quadrilhas foi patrocinado pela Secretaria de Estado de Cultura (SEC). “O incentivo da Secretaria é essencial para que o movimento se fortaleça e que novos grupos como o nosso, se articulem e levem um pouco da nossa cultura para outros estados. Mato Grosso é um lugar de gente que vem de todo lugar e que traz consigo um pouco de sua cultura. É preciso valorizar”, diz.

Os jovens da Império Junino, na faixa dos 15 aos 19 anos, concorreram com outros 14 grupos mato-grossenses na final. Além de levar o prêmio de Melhor Quadrilha, também foram premiados nas categorias Melhores Noivos e Melhor Rei e Rainha.

Da região sul participaram os Caipiras Unidos, Império Junino e Pavio do Candieiro, representando a cidade de Rondonópolis. Da região do Araguaia, onde a festa é tradição e que apresentou mais grupos, participaram a Flor do Sertão e Coração Caipira (Porto Alegre do Norte), Beija Flor e Caipiras do Araguaia (Confresa), Brilho Junino (Barra do Garças), Bonjarraiá (Bom Jesus do Araguaia), Flor do Mamulengo (General Carneiro), Lumiar da Paixão (Ribeirão Cascalheira), Explosão Caipira (São Felix do Araguaia), Balancê do Cerrado (Nova Xavantina) e Quadrilheiros do Araguaia (Luciara). Por fim, Os de Fora também participaram do Festival.

Realizado pela Federação Mato-grossense de Quadrilhas Juninas, o Festival é um dos eventos mais esperados pela população e já faz parte do calendário cultural da região há aproximadamente 15 anos. Além de manter viva uma tradição local enraizada nas comunidades, as competições de quadrilhas do Araguaia movimentam setores importantes para a economia, como o turismo e o comércio.

Confira a colocação dos grupos em quatro categorias:

Melhor Quadrilha
1º Império Junino
2º Flor do Mamulengo
3º Balancê do Cerrado
4º Coração Caipira
5º Brilho Junino

Melhores Noivos
1º Brilho Junino
2º Império Junino
3º Balancê do Cerrado

Melhor Marcador
1º Lumiar da Paixão
2º Flor do Mamulengo
3º Balancê do Cerrado

Melhor Rei e Rainha
1º Império Junino
2º Pavio de Candieiro
3º Flor do Mamulengo