Pular para o conteúdo
Voltar

Exposição permanece em cartaz até setembro

Nesta quinta (04) acontece a palestra Intersecções da Arte em Território Multidisciplinar: Reflexões e Caminhos Contemporâneos, com Serafim Bertoloto
Angélica Moraes | SEC-MT

O Salão Jovem Arte é composto pelo conjunto de obras inéditas de 40 artistas selecionados - Foto por: Gcom-MT/Mayke Toscano
O Salão Jovem Arte é composto pelo conjunto de obras inéditas de 40 artistas selecionados
A | A

O 25º Salão Jovem Arte Mato-grossense permanece em cartaz até o dia 25 de setembro no Palácio da Instrução, em Cuiabá. Aberta no dia 18 de maio, a mostra traz ao público um conjunto de obras de 40 artistas selecionados. Os trabalhos são inéditos e produzidos por artistas residentes em Mato Grosso a partir de 2015.

Criado com o objetivo de resgatar a memória e a história das artes visuais no estado, fomentar, reconhecer e revelar novos talentos, provocar e instigar os artistas, veteranos e iniciantes a produzirem bons trabalhos, o Salão Jovem Arte é um projeto da Secretaria de Estado de Cultura (SEC) e foi retomado este ano. A exposição também presta uma homenagem ao artista plástico cuiabano João Sebastião, que morreu em fevereiro, e apresenta ao público as três obras que ele pintou para este evento.

Formação

A programação do Salão Jovem Arte também foi pensada para atender demandas de formação. Nesse sentido, além da exposição, há uma intensa programação com palestras, oficinas, bate-papo e visitas mediadas com artistas, além das visitas escolares. 

Nesta quinta-feira (04) acontece a palestra Intersecções da Arte em Território Multidisciplinar: Reflexões e Caminhos Contemporâneos, com o professor e crítico de arte José Serafim Bertoloto, um dos jurados da edição.

Tendo como ideia inicial a definição de paisagem, paisagem/espaço, cultura popular, produção simbólica, significação e ressignificação do espaço como forma de compreender os processos de produção e articulação de artistas que trabalham com as novas mídias como vídeos artes, infogravuras e com as linguagens tradicionais, Bertoloto recorreu à produção de artistas consagrados e de novos valores que representassem o território multidisciplinar da arte. 

Para esta palestra, que acontece no auditório do Palácio da Instrução, são oferecidas 40 vagas. Outras informações pelo telefone (65) 3025-3221.