Pular para o conteúdo
Voltar

Abertas inscrições para ações educativas da mostra itinerante

Programação está voltada aos professores das redes pública e privada do Estado
Angélica Moraes | SEC-MT

A 32ª edição da mostra itinerante acontece de 16 de maio a 09 de julho, no Palácio da Instrução, em Cuiabá. - Foto por: Fundação Bienal de São Paulo
A 32ª edição da mostra itinerante acontece de 16 de maio a 09 de julho, no Palácio da Instrução, em Cuiabá.
A | A

Estão abertas aos professores da rede pública e privada as inscrições para as ações educativas da mostra itinerante da 32ª Bienal de São Paulo, uma ação da Fundação Bienal de São Paulo e Secretaria de Estado de Cultura (SEC), que acontece de 16 de maio a 09 de julho, no Palácio da Instrução, em Cuiabá.

Nos dias 6 e 7 de maio, com duração de quatro horas em cada período, as ações educativas contemplam uma palestra introdutória seguida de um laboratório, proposto como espaço de pesquisa por meio de metodologias colaborativas em pequenos grupos. 

As inscrições estão abertas até o dia 30 de abril e devem se feitas pelo e-mail 32bienalmt@cultura.mt.gov.br. Informações adicionais podem ser obtidas pelo telefone 3613-9240. As ações acontecem no IFMT Campus Cuiabá, que fica na rua Professora Zulmira Canavarrs, 93, centro, com entrada gratuita.

Programação

A ação tem início no sábado (06/05), às 8h, com a palestra Incerteza Viva: conceitos e artistas, em que serão apresentados o processo de desenvolvimento e conceitos da 32ª Bienal, assim como as pesquisas dos artistas que integram a itinerância em Cuiabá.

Na sequência, será realizado o laboratório Narrativas que constroem mundos, em torno das obras de artistas como Dalton Paula, Günes Terkol e o projeto Vídeo nas Aldeias, com base na pergunta “Como a arte contemporânea pode tornar visíveis as narrativas não hegemônicas?”. O conteúdo se repete nos dois horários: das 8h às 12h e das 14h às 18h.

Já no domingo (07/05) a ação tem início com a palestra Incerteza Viva: processos artísticos e pedagógicos, em que será apresentada a publicação educativa da 32ª Bienal, cuja elaboração envolveu a participação ativa de profissionais da educação formal e não-formal.

Na sequência, será realizado o laboratório Acolher incertezas em ambientes de aprendizagem, que propõe uma aproximação à proposta curatorial, partindo dos processos criativos de artistas como Felipe Mujica e Francis Alÿs e do texto Escrever e Saber, de Mia Couto, presente na publicação educativa. O conteúdo se repete nos dois horários: das 8h às 12h e das 14h às 18h.

Informações e dúvidas sobre o educativo podem ser obtidas neste link.

Informações sobre a Bienal estão neste link e há ainda conteúdo sobre a publicação Incerteza Viva: Processos artísticos e pedagógicos.