Pular para o conteúdo
Voltar

Novo filme de Nico e Lau estreia no sábado (22) no Cine Teatro

Projeto foi aprovado em seleção pública idealizada pela Secretaria de Estado de Cultura
Assessoria | SEC-MT

O processo de filmagens, montagem e edição contou com o empenho de mais de 40 profissionais de diversos segmentos - Foto por: Divulgação
O processo de filmagens, montagem e edição contou com o empenho de mais de 40 profissionais de diversos segmentos
A | A

Dos palcos para a telona, transitando entre o humor e a reflexão sobre a sedução e o perigo do mundo das drogas. Depois do aclamado Canhaim, em que se aventuraram pelo suspense, é a vez da dupla Nico e Lau utilizar a leveza da comédia para discutir um assunto sério: violência urbana.

O resultado desta nova incursão pelo cinema é o curta-metragem Bala Perdida, que tem estreia neste sábado (22), às 19h30, no Cine Teatro Cuiabá. O ingresso pode ser trocado por 2 kg de alimentos não-perecíveis, diariamente na bilheteria, até o sábado, das 14h às 18h. A classificação indicativa é de 10 anos.

Antecedendo a cerimônia, haverá exibição de registro dos sets de filmagem, intervenção cênica com a dupla Nico e Lau e ainda música, sob a batuta de Raul Fortes e Phellype Sabo, que assinam a trilha do filme.

A avant-première mostra o resultado da primeira produção da leva de projetos aprovados pelo concurso para seleção de Projetos Audiovisuais, iniciativa da Secretaria de Estado de Cultura (SEC), Agência Nacional de Cinema (Ancine) e Fundo Setorial do Audiovisual (FSA). As filmagens do curta-metragem, Bala Perdida, com roteiro de Justino Astrevo e direção de Luiz Marchetti, abriram a temporada, em maio deste ano.

O processo de filmagens, montagem e edição contou com o empenho de mais de 40 profissionais entre técnicos, diretores e elenco. Justino Astrevo celebra a viabilização de mais esta produção. “É um investimento importante. Gera trabalho, renda e perspectiva para o audiovisual de MT, além de valorizar profissionais locais e proporcionar exercício de cinema no interior do Brasil”, ressalta o Lau, que protagoniza o curta ao lado de Lioniê Vitório, Nico.

A propósito, é Nico o condutor da história. Sentindo-se preterido em seu plano de conquista romântica junto a Gabi e achando-se socialmente desprezível, entende que adquirir uma moto não somente o ascenderia socialmente como garantiria a conquista do coração da amada. Com promessa de facilidade e rapidez, o personagem Bactéria – vivido por Romeu Benedicto -  o envolve no mundo do tráfico de drogas. Ele assume o lugar de um desafeto do traficante para conquistar sua meta: comprar a moto.

Em outro núcleo, Lau protagoniza o enredo que traz leveza ao filme, realizando investidas românticas para conquistar Jacque – papel de Talita Vieira. Com seu jeito matreiro e persistente não se sabe, mas não se pode duvidar se conseguirá seu objetivo. “Ele tem uma bala na agulha e no filme tem uma bala perdida a procura de seu destino”, instiga a sinopse.

De acordo com Justino, com este filme, Nico e Lau têm o propósito de abordar e discutir um tema muito próximo da juventude, utilizando o cinema como ferramenta para alertar os jovens quanto ao risco iminente da crescente violência urbana.

Integram ainda o elenco, os artistas Péricles Anarkos, Fabrício Chabô, Jefferson Jarcem, Raquel Mutz, Vini Hoffmann, Kleber Borges, Ilto Silva, Caio Ribeiro,  Fernanda Gandes e Preta Betinha.

O filme, produzido pela MTO2 Marketing e Nico e Lau Produções, tem participações especiais de Luiz Carlos Ribeiro, André D’Lucca e Wanda Marchetti.

Serviço:  

 Avant Première Bala Perdida

Intervenções de Nico e Lau e música com Raul Fortes e Phellype Sabo

Exibição filme

A partir das 19h30, no Cine Teatro Cuiabá

Ingresso: 2kg de alimento não-perecível que pode ser trocado até sábado, diariamente na bilheteria do Cine Teatro, das 14h às 18h.

Informações do show: (65) 3627.1244 / 9 9975.5513