Pular para o conteúdo
Voltar

Baile da Cuiabania traz de volta a Cuiabá de antigamente

Protásio de Morais

fachada do clássico Sayonara
fachada do clássico Sayonara
A | A

Em parceria com a Secretaria de Estado de Cultura e a Assembleia Legislativa de Mato Grosso, o Instituto Cultural América - Inca e a Comissão Estadual Cuiabá 300 Anos promovem o Baile da Cuiabania, uma homenagem às nossas tradições, com shows de Pescuma, Henrique & Claudinho, da banda Megaron e do DJ Vasco Nunes. A programação traz ainda o Ballet Caroline e o grupo de teatro Cena Onze.

Rumo ao aniversário de 300 anos da Capital mato-grossense, o Cenarium Rural recebe o Baile da Cuiabania neste sábado (12), a partir das 20h. E a produção do evento garante uma verdadeira viagem no tempo rumo a nostálgica Cuiabá dos anos 60 aos anos 90.

Os cenários de outrora serão reproduzidos no baile, à exemplo do clube Sayonara, muito famoso nos anos 70. “O público poderá reviver com muita emoção as paisagens da Cuiabá de antigamente. Reproduzimos com perfeição a entrada do clube Saynara, então, quem for entrará no baile que ocorrerá no Cenarium Rural, pelos arcos do clássico Sayonara”, revela Cybele Bussiki, coordenadora de projetos do Inca.   

Quem assina a cenografia do baile é Carlina Ricce, que recria, além do famoso Sayonara, outros cenários como o Clube Dom Bosco, o Clube Feminino, o bar Choppão e a antiga lanchonete Beto Lanches. “Resgatamos os points que marcaram época na Capital. Dos clubes mais famosos ao Balneário Santa Rosa. Durante o evento, o público incursionará pelas músicas, pela culinária e pelas paisagens icônicas da nossa boemia. Vamos matar a saudade daquela Cuiabá que nunca morre, valorizando sempre nossas tradições culturais”, declara Celi Almeida, coordenadora geral da Comissão Estadual Cuiabá 300 Anos.

No Baile da Cuiabania, o jantar beneficente organizado pelo Núcleo de Ações Voluntárias do Governo de Mato Grosso - NAV (que tem como coordenadora de honra, a mãe do governador Pedro Taques, Dona Eda Gonçalves Taques) para arrecadar fundos destinados a aquisição de alimentos.

“Será uma noite inesquecível, dedicada a todos os cuiabanos, dedica aos de ‘chapa’ e aos que escolheram viver aqui. Faremos uma viagem pelas paragens que marcaram época ao som da banda Megaron, com muitas homenagens a músicos e canções daqueles tempos memoráveis... ‘Se você não for eu vou, vou a Sayonara seja como for’”, canta e comemora Celi.

Informações sobre o Baile da Cuiabania pelos telefones (65) 98408-0097 ou (65) 99998-0022.