Pular para o conteúdo
Voltar

Salomanos segue para Cáceres com shows no FIPe e Centro Socioeducativo

Projeto de circulação da Banda Salomanos por cidades mato-grossenses, inclui Cáceres em duas apresentações muito importantes. Uma delas, para menores infratores que estão em fase de ressocialização, por meio do Circula MT
Da Assessoria

Divulgação
A | A

Neste fim de semana os músicos da Salomanos levam a turnê “O Caminho” para Cáceres. Na sexta-feira (08) integram a programação de um dos eventos mais importantes para o calendário cultural mato-grossense, o Festival Internacional de Pesca (Fipe).

Já no dia seguinte, realizam oficina e show, pelo Circula MT, que vem somar à trajetória da banda voltada à produção autoral de músicas com tom politizado em defesa das minorias. Eles fazem um pocket show para menores do Centro Socioeducativo de Cáceres às 13 horas. Antes, falam sobre a história do movimento hip hop e técnicas da arte da rima, com direito à produção de uma música colaborativa, somando as vivências dos músicos à dos reeducandos. É a arte como ferramenta de transformação social.

Defensora ferrenha da produção autoral, a banda apresenta à plateia especial, as canções do primeiro disco “Nossas Raízes”. O repertório é “aditivado” por músicas inéditas do segundo álbum, que também dá nome à série de apresentações: “O caminho”.

Selecionados no edital Circula MT, da Secretaria de Estado de Cultura, os músicos estão em estúdio arrematando o novo disco. Sendo assim, a plateia tem a oportunidade de revisitar o trabalho anterior e apreciar em primeira mão, as músicas mais recentes da banda de P. Brother (violão e vocal), Fabrício Pimenta (guitarra), Igor Carvalho (contrabaixo elétrico) e Vinicius Barros (bateria).  

No show, já estão incluídas Menino Loiro, Pré-Conceito, Inversão de Valores e uma releitura de Lugar Distante, música antológica da saudosa banda Donalua - composta pelo músico Caio Mattoso – e que figurou como um dos hinos de um movimento de efervescência de estímulo ao trabalho autoral de bandas locais, no início dos anos 2000.

“Poder circular pelo Estado com este trabalho e leva-lo a um centro socioeducativo, onde dificilmente os menores teriam acesso a este tipo de atividade cultural, marca um momento muito importante da nossa trajetória.

Confira o trabalho da banda:

Youtube: salomanosoficial

Instagram: @salomanosoficial
Facebook: @salomanosoficial
Palco MP3: salomanosoficial
Soundcloud: salomanosoficial